Arquivo de 23 de fevereiro de 2011

Que tal um entregador de bike no seu trabalho?

Marcio Felix dos Santos na Avenida Paulista. Foto: Daniel Santini

Na Rua Bela Cintra, quase na esquina com a Avenida Paulista, esperando um amigo, me equilibro em uma mureta com cuidado para escapar dos pingos de chuva que escorrem de uma árvore. As folhas acumulam água, assim como o asfalto. Os carros passam ligeiros, com pressa para parar no semáforo. Espirram as poças, buzinam nervosos, soltam fumaça.

Quando ele aparece e para na minha frente.

Roupa impermeável toda preta, pinta de entregador e… bicicleta! Amarra a bike em um poste, pendura o capacete no guidão e saca da jaqueta um envelope. Entra no prédio comercial e, em minutos, está de volta.

– Oi, você faz entregas?

– Isso.

– De bicicleta?

– É. Todo dia. Não troco por trampo fechado em escritório de jeito nenhum.

– Me explica direito.

Eu já tinha ouvido falar nos entregadores de bike, mas nunca tinha tido a chance de conversar com um. O Marcio estima que pedala todo dia mais de 100 km em São Paulo. Ele acorda às 7h no Jaraguá, perto do pico de mesmo nome, e por volta das 8h já está na Avenida Paulista (“de ônibus eu levo umas duas horas e meia, é loucura”, explica).

Ele já trabalhou para uma empresa de entregas de bike, mas hoje atende só um cliente, uma empresa de contabilidade. Estima fazer entre 10 a 15 entregas por dia, faça sol ou chuva.

– Eu me sinto bem fazendo o que eu faço. Quando é muita coisa para entregar, eu uso uma mochila. Quando é só um envelope dá para levar assim.

Tendência
Fiquei pensando. Conheci entregadores de moto. Tenho amigos que usam motos para trabalhar. Nenhum deles parece muito feliz em atravessar a cidade alucinado acelerando e soltando fumaça. Alguns até se divertem com a adrenalina, algo “vida loka”, mas todos balançam a cabeça ao falar do perigo de atingir altas velocidades entre os carros.

Depois que conheci, a trabalho, os responsáveis pela ortopedia do pronto socorro do Hospital das Clínicas, nunca mais me animei muito em usar motoboys para entrega de documentos. Nas poucas vezes que precisei, pedi, de um jeito atrapalhado, para atendente pedir para o entregador ir devagar.  Tenho uma amiga que reluta em pedir comida por telefone pelo mesmo motivo.

Milk, empresa incentiva funcionários a trocarem carros por bikes.

Agora surgem alternativas. Há pouco mais de um mês, o pessoal da Milk, empresa de marketing esportivo, escreveu para O Eco para divulgar que havia contratado “bikeboys” para entrega de documentos e que tem incentivo na empresa a troca do carro pela bicicleta.

É uma tendência que qualquer empresa que se diz preocupada com o meio ambiente deveria seguir. Afinal, mesmo que você não esteja tão preocupado assim com a qualidade de vida das pessoas que trabalham com você ou para você, motivos para incentivar entregas de bicicleta não faltam. Como bem apontou o Willian Cruz no vádebike.org em um texto a respeito, as motos poluem mais do que os carros. Nada menos do que doze vezes mais. Doze vezes! Motos poluem mais do que ônibus até!

Em alguns países, utilizar entregadores de bicicletas (bike messenger, bike courier, bikeboys) virou tradição.  E essa alternativa possibilita histórias bonitas, como a do entregador de Nova Iorque do filme abaixo que, pasmem, trabalha com uma perna só (em inglês).

Bonito, né?

Se animou? Contrate um entregador de bicicleta quando precisar de um. Para facilitar, reproduzo a lista que o Willian Cruz organizou de empresas que prestam esse serviço. Você pode também consultar a relação atualizada no Vádebike.org e ajudar a mantê-la em dia escrevendo para o Willian no contato@vadebike.org com indicações de novos serviços. Se tiver críticas ou elogios a qualquer uma das empresas, deixe um comentário abaixo.

SÃO PAULO – SP

Carbono Zero Courier

11 4113-3055

Pedal Rápido

11 9633-8180

BlessBike Entregas Rápidas

11 2305-8138 / 2305-8139 / 9533-6486

Ecobiker

11 3461-4853 / 3596-6432 / 7075-8922

Rotação Máxima (antiga Bike-Courier)

11 5549-6422 / 5081-7763

RIO DE JANEIRO – RJ

Bike Express

21 2532-1862

BELO HORIZONTE – MG

Transpedal Entregas Rápidas

31 3482-4886

PORTO ALEGRE – RS

Bike Entrega

51 3332-0404

Pedal Express

51 3212-2254

51 8433-0311

SOROCABA – SP

Becicle Express

15 3211-7979

RECIFE – PE

Express Bike

81 3341-3715 / 9191-1379 / 9726-4602

CURITIBA- PR

Seixas Bike Boy

41 9993-6770

Luiz Felipe Bike Boy

41 9807-7358

ARACAJU – SE

Aracaju Bike Entrega

79 9192-1191


Os autores

Daniel Santini é jornalista, tem 31 anos e pedala uma bicicleta vermelha em São Paulo. Também colaboram no blog Gisele Brito e Thiago Benicchio.

Junte-se a 55 outros seguidores

fevereiro 2011
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Dica de leitura

compartilhe ideias

Quando uma cidade congestiona é preciso pensar alternativas de trânsito; discutir, dividir caminhos e dialogar. Ocupe este espaço.

Creative Commons License

outras vias no twitter

((o))eco no twitter

((o))ecocidades no twitter

  • Copa do Mundo das áreas protegidas: México. No campo da preservação da natureza os mexicanos jogam bonito. ow.ly/y7eYh 2 years ago
  • Copa do Mundo das áreas protegidas: Irã. Com 1 vitória em Copas, também não vai bem se o assunto é áreas protegidas. ow.ly/y47GD 2 years ago
  • No centro das políticas ambientais brasileiras está o MMA. Entenda qual o seu papel. ow.ly/y47CM 2 years ago
  • Relatório indica lacunas no monitoramento de qualidade do ar. População tem pouca informação sobre emissões. ow.ly/xOLbG 2 years ago
  • Livro mostra como usar integralmente os alimentos e incentiva a redução do lixo orgânico residencial. ow.ly/xGVz6 2 years ago

%d blogueiros gostam disto: