Arquivo para 21 de fevereiro de 2011

Só quem é magro pode pedalar?

No fim de semana escrevi para a Kirsty Lou, uma inglesa de 24 anos que escreve o blog “Fatty Unbound”, título que pode ser traduzido por algo como “Gordinha Descolada” ou “Gordinha sem Amarras”. Encontrei um texto dela sobre pedalar e ser gordinha, de agosto de 2010, linkado no Daily Bike na semana passada, por dica do LostArt no twitter. Pedi autorização para traduzir e publicar no Outras Vias, ela se disse feliz e contou que anda surpreendida com o tanto de gente que tem reproduzido o que escreveu. Em um mundo baseado em padrões de beleza rígidos e em que as atividades físicas são cada vez mais vistas como algo exclusivo para atletas, as palavras dessa elegante garota fazem diferença.

E, sim, isso tem tudo a ver com mobilidade urbana. Arrasa, Kirsty!

Kirsty Lou e sua bicicleta Gertrude, uma Raleigh Urban 2. Foto: Blog Fatty Unbound (clique na imagem)

Pedalando gordinha

“Conheça Gertrude. Gertrude é uma Raleigh Urban 2, herdada recentemente de um dos meus pais, que achou que ela não era a bicicleta mais adequada para ele. Ela é simplesmente a pior bicicleta para alguém do meu tamanho, e para dizer o mínimo, a gente se estranha (eu ficaria bem feliz em trocá-la por uma dessas “Dutch/town bike”*)

Entretanto, como eu realmente adoro pedalar, a gente tem se entendido. Essa é minha primeira bicicleta depois de uns 8 anos (!) (tive uma faz pouco tempo, mas ela foi roubada na primeira volta que dei, FDP) e estou me costumando ao ciclismo urbano. Onde cresci a maioria dos lugares para os quais eu precisava ir poderiam ser alcançados sem passar por ruas movimentadas ou avenidas mesmo, então, na verdade, sou uma ciclista urbana tensa ainda. Yorkshire é cheia de subidas, particularmente se comparada com Surrey, então é bem mais difícil pedalar por aí! Mas, definitivamente, estou me divertindo até agora.

Uma coisa que notei pedalando é que, por ser gordinha, parece que inspiro um monte de comentários bem horríveis. Hoje à tarde mesmo, ao dar uma volta lá pelo bairro de Headlingley, fui vaiada e também alguém gritou que tinha pena da minha bicicleta. Estou tentando não ficar com raiva/triste/me afetar por esses comentários, mas alguma coisa desta vez me baqueou. Eu sou feliz com meu corpo, e estou feliz por estar me exercitando de novo. Quando alguém faz esse tipo de comentário, tenho a impressão de que querem que eu me tranque em algum lugar – o que não é visto, não é lembrado. Por acaso o meu peso me proíbe de ter o direito de ser ativa, de sair de casa, de aparecer na frente dos outros? Às vezes me pergunto isso, especialmente por que é difícil achar shorts de ciclismo e outras roupas para praticar esportes por um preço razoável num tamanho maior.

Seja como for, não vou parar de andar de bicicleta, nem vou fazer meu corpo ficar invisível para aqueles que se ofendem com ele.

* Difícil traduzir (sugestões são bem vindas), já que ela está falando de um modelo específico.

********************

P.S. 1 – A ajuda da querida Josi Paz na tradução foi decisiva para esse post sair. A versão final e, portanto, a responsabilidade por qualquer incorreção ou imprecisão é minha.

P.S.2 – A versão na íntegra do texto, com informações sobre as roupas da foto, pode ser lida em inglês aqui.

Anúncios

Os autores

Daniel Santini é jornalista, tem 31 anos e pedala uma bicicleta vermelha em São Paulo. Também colaboram no blog Gisele Brito e Thiago Benicchio.

Junte-se a 54 outros seguidores

fevereiro 2011
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Dica de leitura

compartilhe ideias

Quando uma cidade congestiona é preciso pensar alternativas de trânsito; discutir, dividir caminhos e dialogar. Ocupe este espaço.

Creative Commons License

outras vias no twitter

((o))eco no twitter

((o))ecocidades no twitter

  • Copa do Mundo das áreas protegidas: México. No campo da preservação da natureza os mexicanos jogam bonito. ow.ly/y7eYh 3 years ago
  • Copa do Mundo das áreas protegidas: Irã. Com 1 vitória em Copas, também não vai bem se o assunto é áreas protegidas. ow.ly/y47GD 3 years ago
  • No centro das políticas ambientais brasileiras está o MMA. Entenda qual o seu papel. ow.ly/y47CM 3 years ago
  • Relatório indica lacunas no monitoramento de qualidade do ar. População tem pouca informação sobre emissões. ow.ly/xOLbG 3 years ago
  • Livro mostra como usar integralmente os alimentos e incentiva a redução do lixo orgânico residencial. ow.ly/xGVz6 3 years ago

%d blogueiros gostam disto: