Rodoanel na Cantareira não!

No domingo, dia 17, amigos, moradores e admiradores da região da Serra da Cantareira promovem passeio para chamar a atenção para a ameaça que representa a construção do Trecho Norte do Rodoanel em São Paulo. Conforme o que escreveu o Leonardo Cuevas na página da Bicicletada, o a intenção é “conhecer de perto o que ainda temos de verde, e saber amar aquilo que precisamos defender”, além de “conversar e articular ações para mostrar nossa posição”.

Vale ir pedalando ou caminhando. Informações sobre saída e horários estão na página citada; acrescento apenas essa opção detalhada de rota do Metro Vila Madalena até a Cantareira.

A construção do Trecho Norte do Rodoanel faz parte do projeto de expansão viária de São Paulo e está dentro da lógica de priorizar o transporte automotivo privado em detrimento dos sistemas coletivos e públicos. O investimento (inicialmente) previsto é de R$ 5 bilhões (isso, bilhões!) e a eficácia da obra é duvidável – o Trecho Oeste já tem dado sinais de esgotamento e as autoridades, ignorando que ampliar avenidas só aumenta o trânsito e não diminui, estudam ampliá-lo.

Além de só reforçar o transporte individual e, desta maneira agravar o trânsito e não melhorar, o Trecho Norte do Rodoanel causará impacto ambiental grave na região e destruirá bairros inteiros. Cercada, a mata da Cantareira fica ameaçada de ser ocupada e destruída gradualmente. A pretensão de delimitar a expansão da área metropolitana, criando um obstáculo físico, pode ter eveito reverso. Há o risco de com a rota aberta para ocupação desta área, surgirem loteamentos clandestinos e degradação.

Além do passeio para chamar atenção para o desastre ambiental em curso, há outras mobilizações. Nesta sexta-feira, dia 15, a Rede de Cooperação da Cantareira (Recanta) promove um encontro de educadores e voluntários para tentar articular resistência ao projeto.

São Paulo precisa de mais sistemas de transporte público, expansão de metrô, trens e alternativas de transporte. Insistir em utilizar o sistema viário para interligar diferentes cidades e pensar o escoamento de carga pesada somente com caminhões é fortalecer um modelo insustentável e fadado ao fracasso.

Com R$ 5 bilhões dá para criar bases para mudanças significativas na política de transporte da cidade. Sem derrubar a Cantareira.

Anúncios

0 Responses to “Rodoanel na Cantareira não!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Os autores

Daniel Santini é jornalista, tem 31 anos e pedala uma bicicleta vermelha em São Paulo. Também colaboram no blog Gisele Brito e Thiago Benicchio.

Junte-se a 54 outros seguidores

outubro 2010
S T Q Q S S D
« set   nov »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Dica de leitura

compartilhe ideias

Quando uma cidade congestiona é preciso pensar alternativas de trânsito; discutir, dividir caminhos e dialogar. Ocupe este espaço.

Creative Commons License

outras vias no twitter

((o))eco no twitter

((o))ecocidades no twitter

  • Copa do Mundo das áreas protegidas: México. No campo da preservação da natureza os mexicanos jogam bonito. ow.ly/y7eYh 3 years ago
  • Copa do Mundo das áreas protegidas: Irã. Com 1 vitória em Copas, também não vai bem se o assunto é áreas protegidas. ow.ly/y47GD 3 years ago
  • No centro das políticas ambientais brasileiras está o MMA. Entenda qual o seu papel. ow.ly/y47CM 3 years ago
  • Relatório indica lacunas no monitoramento de qualidade do ar. População tem pouca informação sobre emissões. ow.ly/xOLbG 3 years ago
  • Livro mostra como usar integralmente os alimentos e incentiva a redução do lixo orgânico residencial. ow.ly/xGVz6 3 years ago

%d blogueiros gostam disto: